top of page
  • Foto do escritorEduardo Schneider Lersch

Chernobyl (2019)

Mini-série documentário que conta a história do desastre nuclear de Chernobyl ocorrido entre 25 e 26 de abril de 1986, no reator nuclear nº 4 da Usina Nuclear de Chernobil, perto da cidade de Pripiat, no norte da Ucrânia Soviética.


Chernobyl é um exemplo cristalino do potencial destrutivo decorrente de falta de transparência e negligência humana.

O acidente ocorreu durante um teste de segurança que simulava falta de energia na usina. Durante o teste, contudo, os sistemas de segurança de emergência e de regulagem de energia foram intencionalmente desligados em razão de uma combinação de falhas humanas e no próprio projeto do reator.


O número de vítimas e pessoas afetadas pelo acidente é incerto ainda hoje. Além das mortes ocasionadas pela explosão de vapor dentro da instalação, também ocorreram mortes por dose letal de radiação de pessoas que se aproximaram do local, incluindo soldados, bombeiros e residentes da região. Também existem registros de morte por câncer induzido por radiação. Os danos com a contaminação do ambiente são incalculáveis. Chernobil é considerado o pior acidente nuclear da história.


Como demonstra o documentário, após o desastre, a radiação atingiu também outros países europeus. As ruínas do prédio em que se localizava o reator número 4 foram colocadas sob uma grande cobertura chamada "Estrutura de Abrigo" ou "sarcófago" cujo objetivo era reduzir a dispersão dos restos de poeira e detritos radioativos dos destroços, limitando a contaminação da região.


Vale recordar que, em 2022, a passagem de tropas russas pela região da Ucrânia onde se localiza Chernobyl levantou uma nuvem de poeira radioativa:







13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page